PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
10/10/2018 07h23

Carga de maconha e skunk que saiu de MS é apreendida em Minas Gerais

Dourados News


Droga vinda do MS foi apreendida em Uberlândia - Crédito: Polícia Militar/Divulgação

Mais de 700 tabletes de maconha e 70 quilos de skunk, droga considerada a “super maconha”, foram apreendidos na rodovia MG-497, na manhã desta terça-feira, dia 09 de outubro, no perímetro urbano de Uberlândia, em Minas Gerais. Segundo as informações iniciais da Polícia Militar (PM), duas pessoas de 36 e 25 anos foram presas em flagrante.

As drogas sairam do estado do Mato Grosso do Sul e seguiam para Uberlândia. Os militares receberam as informações da Polícia Federal e fizeram a abordagem do veículo na entrada da cidade, localizando cerca de 640 quilos de maconha e 38 pacotes de skunk.

A denúncia levava em consideração que haveria três veículos para fazer o transporte da carga de droga, sendo dois batedores para despistar uma eventual abordagem policial na rodovia. Os motoristas dos veículos usados como batedores foram presos. Já o terceiro motorista conseguiu fugir pela vegetação às margens da rodovia e abandonou o veículo com a droga.

Destino Uberlândia

De acordo com a Polícia Federal de Uberlândia, o município se tornou destino para a distribuição de drogas de traficantes do estado vizinho. Até julho, houve a apreensão de mais de dez toneladas e doze pessoas presas em investigações da PF.

Na mesma rodovia mineira, no último dia 17 de julho, os policiais apreenderam 700 quilos de maconha dentro de um carro na rodovia MG-497 em Uberlândia e prenderam um homem.

As investigações deram conta de que uma quadrilha de Mato Grosso do Sul estava utilizando a cidade como um centro logístico para a distribuição da droga para a região e outros estados brasileiros. As drogas eram estocadas em dois imóveis na zona rural de Uberlândia e, em seguida, revendida a traficantes do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

As substâncias entorpecentes apreendidas ontem pertencem a outro grupo criminoso. 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE