PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
09/08/2018 10h32 - Atualizado em 09/08/2018 11h40

Noivo interrompe casamento para salvar adolescente que se afogava

Veja São Paulo


Foto: Veja SP

Um noivo interrompeu o próprio casamento para salvar a vida de um adolescente que estava se afogando. Funcionário da Guarda costeira, Zac Edwards, de 37 anos de idade, estava posando para fotos com a noiva Cindy, de 32 anos, quando ouviu uma mulher gritar por ajuda ao ver o filho de apenas 18 anos se afogando.

A iniciativa de ajudar o adolescente partiu de Cindy, que disse que o marido deveria entrar na água para ajudá-lo: “Você precisa escutar a sua mulher, ou você está em sérios apuros“, disse a noiva. O homem removeu a camisa e entrou na água. O adolescente tinha sido arrastado por uma forte correnteza na sexta (3), às 18h. Ao alcançar o adolescente, o oficial da guarda costeira conseguiu colocar o corpo do rapaz numa prancha de bodyboard.

A dupla nadou além da corrente marítima, mas a noiva estava preocupada que o marido estivesse ficando cansado — da praia, ela via a dupla tendo dificuldade para chegar até terra firma. Por sorte, bombeiros chegaram pouco tempo depois e deram assistência ao adolescente e ao oficial da guarda costeira. “Cindy e eu estávamos tirando as nossas fotos próximos à água. Estávamos terminando quando uma mulher disse que o filho dela estava tendo dificuldades. Tirei a minha camisa, mas minha esposa disse que não havia tempo para eu me livrar das minhas calças. Eu corri até a água e disse para algumas crianças buscarem uma prancha de bodyboard para mim“.

Eu cheguei até ele quando estávamos a mais de meio campo de futebol longe da praia. Ele só conseguia dizer ‘eu não consigo respirar’. Eu tentei manter a cabeça dele acima da água e coloquei seu corpo sobre a prancha de bodyboard. A correnteza estava muito forte. Comecei a entrar em pânico. A minha calça também estava atrapalhando. Ao ver os bombeiros, no entanto, eu sabia que ficaria bem. Um jet ski chegou e eu consegui colocar o corpo do adolescente em cima do veículo. Eu não notei a gravidade da situação até me deitar naquela mesma noite. As minhas mãos estavam tremendo após o resgate, mas a adrenalina ainda estava no máximo“, relembrou Zac.

Os bombeiros afirmaram que a praia estava com bandeiras vermelhas no dia do acidente, mas o adolescente Jamel não notou os avisos. Agora, o jovem quer agradecer Zac por salvar a sua vida. O rapaz, felizmente, se recuperou do susto. “Acho que as pessoas subestimam o oceano. Não foi culpa dele, mas era um dia de bandeira vermelha. As pessoas não prestam atenção aos sinais e nadadores precisam ser muito cautelosos. Até atletas experientes podem enfrentar dificuldades“, afirmou Zac.

O casal, que namorou por um ano antes de oficializar a união, surpreendeu os 35 convidados do casamento ao retornar molhado e cheio de areia ao salão de festas. “Os nossos amigos ficaram perdidos quando chegamos à celebração. Eu estava molhada e o meu vestido estava coberto de areia“, relembrou Cindy sobre a ocasião. “Eu não trouxe roupas extras para o casamento, mas tinha uma bermuda na mala e acabei me trocando. Estava um pouco mais esculachado que a minha bela noiva, mas ela era mais confortável que as minhas calças“, brincou o rapaz.

As informações são do The Daily Mail.





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE