PUBLICIDADE

Mato Grosso do Sul é o 3º estado do país no ranking de aquisição de couro, aponta IBGE

Os curtumes do Estado receberam 1,16 milhão de peças de couro neste ano, deixando MS como 3º no ranking do setor

| MIDIAMAX/VALESCA CONSOLARO


Imagem ilustrativa (Foto: Pixabay)

Nos primeiros três meses deste ano, Mato Grosso do Sul registrou um dos aumentos mais expressivos do país na aquisição de couro, com crescimentos de 5,2% frente ao último trimestre de 2023. Conforme a Pesquisa Trimestral do Couro, os curtumes do Estado receberam 1,16 milhão de peças de couro neste ano, deixando MS como 3º no ranking do setor.

Já o comparativo entre o 1º trimestres de 2023 e 2024 indica uma variação mais expressiva ainda em MS, com 169,8 mil peças adquiridas pelos estabelecimentos, um aumento de 17,1%.

Mato Grosso continua a liderar a relação de Unidades da Federação que recebem peças de couro cru para processamento, com 17,2% da participação nacional, seguido por Goiás (15,5%) e Mato Grosso do Sul (12,5%).

Os dados da pesquisa foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no início deste mês, comparando as Estatísticas da Produção Pecuária no país.

Brasil
Segundo o IBGE, no país, foram verificados aumentos em 13 das 17 Unidades da Federação que possuíam curtumes elegíveis pelo universo da pesquisa.

As variações positivas mais expressivas, em estados com mais de 5% de participação na aquisição nacional, ocorreram, respectivamente, em:

Goiás (+461,49 mil peças),

Mato Grosso (+319,34 mil peças),

São Paulo (+221,90 mil peças),

Mato Grosso do Sul (+169,79 mil peças),

Pará (+141,93 mil peças),

Rondônia (+129,00 mil peças) e

Rio Grande do Sul (+41,49 mil peças).


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE