PUBLICIDADE

Explosão de celular pode ter iniciado incêndio que destruiu 6 boxes do Camelódromo de Campo Grande

A fumaça preta pode ser vista há quilômetros de distância e ainda não se sabe o impacto do estrago nos demais boxes

| MIDIAMAX/PRISCILLA PERES


(Foto: Ana Laura Menegat, Midiamax)

Um telefone celular que ficou carregando na tomada pode ter sido o motivo do início das chamas no Camelódromo de Campo Grande. O Corpo de Bombeiros afirma que 6 boxes foram completamente destruídos com o incêndio que atingiu o centro comercial na tarde deste domingo (11).

Tenente Oliveira, do Corpo de Bombeiros, explica que possivelmente alguém tenha deixado algum eletrônico carregando que superaqueceu e explodiu, dando início ao incêndio. A suspeita é de que as chamas tenham começado em um box de assistência técnica de celulares e espalhou para boxes de vestuário e brinquedos.

“Fizemos a contenção para que chama não se alastrasse para os demais boxes, com duas linhas de contenção e conseguimos apagar as chamas. Agora a equipe atua no rescaldo, que é revirar os entulhos para ver se restam chamas”, conta o militar.

Trabalhadores se desesperam
Proprietários e funcionários de boxes do Camelódromo de Campo Grande se desesperaram ao saber das chamas e foram até o local. Eles ainda aguardam os militares terminarem o rescaldo da chamas para poder entrar e verificar a situação do espaço por dentro.

A fumaça preta pode ser vista há quilômetros de distância e ainda não se sabe o impacto do estrago nos demais boxes, já que itens podem ter sido danificados com a água e a fumaça. Muitos se desesperaram com medo de perder tudo.

“Um monte de gente me ligando, mandando vídeo. Me mandaram mensagem, estava por aqui no Centro e vim correndo', contou como soube do incêndio. A comerciante de 34 anos viu a família construir a loja no centro comercial.

Camelódromo tem 25 anos
O camelódromo de Campo Grande tem 496 Boxes e um piso superior onde se encontram outras lojas. Inaugurado em dezembro de 1998, o centro comercial tem 25 anos de existência e foi criado para por fim a desentendimentos entre lojistas do centro e ambulantes.

O prédio ocupa espaço com cerca de três mil metros quadrados, onde estão distribuídas lojas padronizadas para a comercialização dos mais diversos tipos de produtos. Localizado ao lado do shopping cidade, em região de grande movimentação.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE