PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
11/01/2019 09h22

Servidor público é preso acusado de pedofilia em Dourados

Dourados News


Um servidor público estadual de 54 anos, residente no Jardim Colibri, acabou preso na tarde de quinta-feira (10/1) em Dourados acusado de armazenar pornografia infantil. No pen-drive dele havia, segundo a polícia, imagens de uma criança de sete anos, filha da própria namorada, apenas de calcinha. 

De acordo com a ocorrência, um técnico esteve na casa do suspeito para realizar atualização do aparelho de televisão e precisou levar o pen-drive até uma lan house no Jardim Ouro Verde para finalizar o serviço. 

Lá, populares viram as fotos e acionaram a Polícia Militar. 

Equipe do Getam (Grupo Especializado Tático de Moto) se deslocou até o estabelecimento e abordou o rapaz. Ele negou a propriedade do objeto e explicou aos policiais estar em posse apenas para encerrar o seu trabalho. 

Em seguida, os militares foram à casa do servidor e o prenderam. Um aparelho de telefone celular e cartão de memória acabaram apreendidos junto com o pen-drive. 

Encaminhado ao 1º Distrito Policial, o homem negou o crime, porém, acabou autuado dentro do artigo 241-B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) que versa sobre o crime de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”. 

De acordo com a polícia, aparentemente não há indícios de que a foto foi compartilhada e contra o servidor foi arbitrado fiança de R$ 2 mil para que possa responder em liberdade. 

Se condenado, a pena para esse crime é de um a quatro anos de prisão, além de multa. 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE