PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
08/08/2018 07h59 - Atualizado em 08/08/2018 11h22

Acusado de assassinar produtor rural é preso pela Polícia Militar

Dourados News/CaarapoNews


Julião foi preso pela polícia - Crédito: Osvaldo Duarte

Já se encontra preso em Caarapó, o  suspeito pelo crime que acabou tirando a vida do produtor rural Antônio Biagi Neto, 65, morador em Cristalina, distrito de Caarapó. O mesmo foi assassinado entre a tarde desta terça-feira (7) e a madrugada desta quarta-feira (8). 

Julião Cavaleiro, 20, acabou preso por uma equipe da Polícia Militar de Caarapó, próximo a praça da Vila Planalto. Por volta das 19h desta terça-feira a PM apresentou o preso à Polícia Civil e continuou em diligências. 

Ele é o principal suspeito de ter cometido o crime e possui várias passagens, entre elas latrocínio e receptação, além de tentativa de homicídio enquanto menor.

O caso aconteceu após a vítima ter seu veículo Fiat Strada roubado. A polícia encontrou o corpo dele na MS-156, em um canavial.

Julião Cavaleiro acabou autuado pela Polícia Civil de Caarapó em flagrante pelo latrocínio – roubo seguido de morte. A polícia investiga a existência de outro suspeito no assassinato.

De acordo com informações do Dourados News, após o desaparecimento da vítima, familiares acionaram órgãos de segurança pública para comunicar o fato e após investigações, Julião foi preso.

Em ação envolvendo a Polícia Civil de Caarapó, SIG (Setor de Investigações Gerais) de Dourados, DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e Polícia Militar, chegaram ao corpo de Antônio.

Aparentemente morto a pauladas, a vítima estava às margens da MS-156, próximo a um canavial. O veículo dele também foi encontrado na mesma região.

 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE