PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
11/07/2018 08h46 - Atualizado em 11/07/2018 12h06

Municípios de MS receberão R$ 280 milhões por construção de hidrelétrica

Dourados News


Usina Hidrelétrica de Porto Primavera, na divida de Mato Grosso do Sul com São Paulo - Crédito: (Reprodução/TV Fronteira)

Seis municípios de Mato Grosso do Sul: Três Lagoas, Brasilândia, Bataguassu, Batayporã, Santa Rita do Pardo e Anaurilândia, vão ser indenizados em quase R$ 280 milhões pela Companhia Energética de São Paulo (CESP), em razão dos danos ambientais e sociais provocados pela construção da usina hidrelétrica de Porto Primavera, no rio Paraná, na divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo.

O acordo foi firmado na última segunda-feira, dia 09 de julho, depois de duas semanas de negociações, que envolveram as prefeituras, a Promotoria de Justiça de cada município, o governo do estado, o Ministério Público Estadual (MP-MS) e a CESP.

Além das prefeituras, a empresa ainda indenizará o estado em outros R$ 280 milhões. Esses recursos vão ficar retidos em um depósito judicial. O estado conseguiu ainda um valor extra de R$ 50 milhões, que serão destinados a duas ações ambientais.

Cada município vai decidir o que fará com o dinheiro.





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE