PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
14/06/2018 07h57

Corinthians perde do Bahia e chega à parada para a Copa sob pressão

ESPN


Nino Paraíba e Marquinhos Gabriel, em jogo entre Bahia e Corinthians na Fonte Nova pelo Brasileiro Gazeta Press

Um gol nos minutos finais decretou a vitória do Bahia sobre o Corinthians nesta quarta-feira. Mena foi o responsável pelo tento do 1 a 0 na Fonte Nova, que deixa o time de Osmar Loss pressionado na parada para a Copa do Mundo – a equipe tricolor, porém, segue na zona de rebaixamento.

 

Foi a quarta derrota de Osmar Loss no comando do Corinthians em sete partidas – com apenas uma vitória. Após 12 rodadas, o time é apenas décimo da Série A, com 16 pontos, já a 11 do líder Flamengo. Já o Bahia abre o Z-4, no 17º lugar, com 12 pontos, junto com o rival Vitória, 16º.

 

Agora, o Corinthians ganha folga até o dia 25 de junho, quando se reapresenta no CT Joaquim Grava e inicia preparação para voltar a campo contra o Botafogo, em 17 de julho, no primeiro compromisso pós-Copa – antes, contudo, a equipe fará amistosos contra Grêmio e Cruzeiro.

 

O Bahia, por sua vez, tem compromisso já na próxima semana, pela semifinal da Copa do Nordeste, contra o Ceará , em Fortaleza, na quinta-feira, às 21h45 – a volta também acontecerá durante o Mundial. Pelo Brasileiro, o jogo no retorno será contra a Chapecoense, fora de casa.

 

Pressão do Bahia

O primeiro tempo, principalmente em seus 20 minutos iniciais, foi todo do Bahia. Os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram, porém, vencer Walter, destaque do Corinthians.

 

Logo aos dez minutos, a primeira grande chance tricolor, em cruzamento de Nino Paraíba, desviado para fora por Kayke. Em seguida, aos 12, o centroavante cobrou falta que acabou desviando e quase surpreendendo Walter. O goleiro do Corinthians, contudo, se recuperou e defendeu.

 

E, quando o camisa 27 alvinegro não evitou o gol, Pedro Henrique apareceu para salvar. Aos 19, bola desviada por Zé Rafael passou por Walter, mas o zagueiro afastou quase em cima da linha. Já aos 23, foi o goleiro que apareceu bem novamente, defendendo falta rasteira cobrada por Régis.

 

O Corinthians, por sua vez, só conseguiu ameaçar nos contra-ataques. Nos melhores deles, no entanto, falhou na hora de preparar a finalização e não conseguiu levar perigo ao gol do Bahia.

 

Segundo tempo ruim

Na segunda etapa, mais uma vez, o Bahia começou melhor. Mena teve duas grandes chances para marcar, mas desperdiçou ambas. Primeiro, aos quatro, apareceu sozinho na esquerda e chutou para fora; depois, aos 13, chegou cabeceando cruzamento desviado, só que mandou na trave.

 

O Corinthians só foi levar perigo aos 27 minutos, quando Roger enfiou boa bola para Maycon, mas Nino Paraíba conseguiu evitar a finalização no último instante. Logo em seguida, em escanteio, Henrique mandou por cima a melhor chance alvinegra, após saída errada do goleiro Douglas.

 

No lance, o arqueiro acabou caindo de mau jeito, sobre o próprio braço, e precisou ser substituído por Anderson. Ex-Corinthians, Douglas saiu de campo chorando e foi direto aos vestiários.

 

Na reta final do duelo, aos 40 e aos 41 minutos, Walter precisou aparecer bem novamente: primeiro em grande defesa após chute de Zé Rafael; depois, tocando para fora cabeceio de Lucas Fonseca após cobrança de escanteio. Em seguida, foi Anderson quem trabalhou, em chute de fora da área de Maycon – no rebote, Emerson Sheik acertou a trave, mas estava impedido.

 

E foi apenas aos 45 minutos que a rede balançou. Em jogada puxada por Régis, enfim, Mena acertou o alvo e venceu Walter, fazendo a festa dos torcedores do Bahia na Fonte Nova.

 

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 1 x 0 CORINTHIANS

 

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 13 de junho de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Leandro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Bernardi e José Calza (ambos do RS)

Cartões amarelos: Gregore e Flávio (Bahia); Júnior Dutra (Corinthians)

Gol: BAHIA: Mena, aos 45 minutos do segundo tempo

 

BAHIA: Douglas (Anderson); Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Régis, Élber (Mena) e Zé Rafael; Kayke (Allione) Técnico: Cláudio Prates (interino)

 

CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley (Juninho Capixaba); Gabriel e Maycon; Pedrinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Júnior Dutra); Roger (Emerson Sheik) Técnico: Osmar Loss



                    


NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE