PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
23/05/2018 08h27

Protestos dos caminhoneiros afetam as entregas dos Correios

R7


Protestos dos caminhoneiros afetam entregas Alina Souza/Correio do Povo

Devido a paralisação dos caminhoneiros, os Correios anunciaram nesta quarta-feira (23), por meio de nota, que vão suspender temporariamente as postagens das encomendas com dia e hora marcados (Sedex 10, 12 e Hoje). A empresa também anunciou que haverá atrasos nas entregas caso os bloqueios continuem.

 

"Toda a logística brasileira está sendo prejudicada pela paralisação nacional dos caminhoneiros iniciada na segunda-feira (21). E os Correios também estão sendo seriamente atingidos. A paralisação tem gerado forte impacto às operações da empresa em todo o país", informou a empresa.

 

Os Correios também informam que entregam, mensalmente, cerca de meio bilhão de objetos postais, dentre eles, 25 milhões de encomendas. "Diante desse cenário, estão temporariamente suspensas as postagens das encomendas com dia e hora marcados (SEDEX 10, 12 e HOJE). Tendo em vista comprometer a distribuição, também haverá o acréscimo de dias no prazo de entrega dos serviços SEDEX e PAC, bem como das correspondências enquanto perdurarem os efeitos desta greve".

 

Os caminhoneiros fazem bloqueios pelas estradas do País em protesto ao aumento do preço do diesel desde segunda-feira (21). O valor médio do litro do diesel subiu de R$ 3,38 para R$ 3,59 nas últimas dez semanas, de acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Alguns setores como o de carnes e o de combustíveis temem desabastecimento. 

 


                    


NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE