PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
16/05/2018 13h40

Vereador Gilsinho apresenta demandas no Legislativo

As indicações do vereador foram encaminhadas aos setores competentes para deliberação

CaarapoNews/Vaner Matos


Foto: Assessoria

O vereador Gilson José da Silva o “Gilsinho” (PSDB), apresentou indicação endereçada ao prefeito municipal Mário Valério (PR) e à Secretaria Municipal Obras solicitando que viabilizem a construção de um banheiro na extensão do CMEI Rita Tereza de Araujo, no distrito de Cristalina.

A proposição do vereador visa atender a equipe da administração e professores daquela unidade educacional que possui apenas banheiros adaptados para crianças.

“Realmente a falta de sanitário tem provocado transtornos para a equipe que trabalha na escola, por isso estamos recorrendo à municipalidade a fim de atender essa reivindicação que acho justa e pertinente”, disse.

O vereador ainda apresentou documento à Secretaria de Serviços Urbanos solicitando intensifique a coleta de lixo em todas as ruas do Polo Industrial. Segundo o vereador a reclamação dos moradores é que algumas ruas daquele bairro não estão recebendo o serviço de coleta.

 Gilsinho pede uma atenção especial do setor competente a fim de atender o Polo Industrial.  O propositor explica que alguns moradores têm de deslocar com o seu lixo para fazer o descarte nas ruas onde o caminhão passa.  

“Realmente são muitos moradores e proprietários de comércio  que reclamaram da falta do serviço em algumas ruas. Uma vez que os munícipes pagam seus impostos, defendemos que também são dignos de um serviço  eficiente” defende o vereador.

Para a área rural  o parlamentar solicitou da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos que proceda o patrolamento e manutenção das estradas internas do Assentamento Nossa Senhora do Carmo e também na região conhecida como Major Pedro.

Conforme explicou o vereador com a ocorrência das últimas chuvas as estradas ficaram em péssimas condições de trafegabilidade. “As condições das estradas dificultam o acesso do transporte escolar e outros  usuários” cobrou Gilsinho. 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE