PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
16/05/2018 07h37

Paolo Guerrero tentará último recurso para jogar a Copa do Mundo

Band


(Foto: Guadalupe Pardo/Reuters)

O atacante Paolo Guerrero ainda tem chance de disputar a Copa do Mundo da Rússia. O advogado do atleta, Pedro Fida, revelou em entrevista à Rádio Bandeirantes que aguarda a fundamentação do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para entrar com um último recurso no Tribunal Federal Suíço contra a ampliação da suspensão por doping.

“É uma grande injustiça o que está acontecendo. Até os advogados estão confusos. O TAS cometeu um grande erro porque não notificou ainda a fundamentação da decisão. O que fica claro é uma inconsistência do sistema antidoping no futebol”, disse Fida.

“Ainda cabe recurso definitivo junto ao Superior Tribunal Federal Suíço para a gente tentar anular essa decisão. A gente está dependendo da fundamentação do TAS para entrar com recurso, sem ela a gente não consegue trabalhar com prazo”, completou.

Guerrero testou positivo para uso de benzoilecgonina em exame realizado depois do empate por 0 a 0 entre Argentina e Peru, em Buenos Aires, pela penúltima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da Rússia de 2018, no dia 5 de outubro. Em dezembro, a Fifa aceitou a defesa de que o atacante tinha ingerido um chá contendo a substância e, portanto, aplicou seis meses de suspensão, levando em consideração que a sanção mínima seria de um ano se não tivesse havido negligência.

A Agência Mundial Antidoping, no entanto, entrou com um recurso no TAS e solicitou que a decisão da Fifa fosse anulada e Guerrero suspenso por um período entre um e dois anos, de preferência por 22 meses. Na decisão definitiva, que não cabe mais recurso, o peruano foi suspenso por 14 meses.





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE