PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
10/03/2018 09h19

Novo acredita em paralisação das quartas de final ainda nesta sexta-feira

Gazeta MS


Américo Ferreira espera conseguir a vaga nas quartas de finais com a punição ao Costa Rica (foto: Arquivo/Gazeta MS)

O Novo mantém vivo a esperança de seguir no Campeonato Sul-mato-grossense. Em contato com o Gazeta MS, o presidente do clube Américo Ferreira diz que espera por uma manifestação do Tribunal de Justiça Desportivo ainda nesta sexta-feira. O clube pede punição ao Costa Rica por uma possível escalação irregular do lateral Paulinho.

De acordo Américo, o novo está esperançoso, mas prefere aguardar até o fim do dia para assim ter algo mais concreto. A expectativa é de paralisação do Estadual ou parte dele.

"Já foi feito todos os procedimentos e agora é esperar por uma manifestação do Procurador do TJD. Acredito que deve sair algo ainda nesta sexta-feira. A expectativa é positiva é de suspender o campeonato, se não na totalidade, o parcial. Mas resta aguardar. Tudo que se falar agora é achismo", disse o presidente se referindo a pelo menos dois dos quatro jogos que podem sofrer modificações em caso de punição.

O Novo, time que foi eliminado por terminar em último do Grupo A, protocolou uma denúncia ao TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul) contra o Costa Rica em possível escalação irregular do lateral Paulinho em quatro jogos.

De acordo com a denúncia, Paulinho foi expulso ainda na semifinal de 2017 quando defendia o Operário. O jogador cumpriu suspensão automática no primeiro duelo pelo terceiro lugar contra o Sete e foi relacionado no jogo da volta em Campo Grande. Dias depois, foi julgado e condenado em quatro jogos de punição que deveriam ser cumpridos em competições organizadas pela FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul).

Ainda em 2017, atuou pela Juventus de Santa Catarina no segundo semestre. Contratado pelo Costa Rica nesta temporada, Paulinho atuou em quatro jogos neste Estadual sem ter cumprido a pena e foi desligado do clube no dia 27 de fevereiro.

Em caso de punição ao Costa Rica, o Novo assumiria a quarta posição e estaria classificado para enfrentar o Águia Negra no mata-mata. O ABC pularia de quarto para terceiro e pegaria o Sete de Dourados. Comercial e Operário não seriam influenciados com esta decisão.



                    


NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE