PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
17/01/2018 13h37

MS é líder nacional no processo integração lavoura pecuária

Campo Grande News


(Foto: Saul Schramm)

Mato Grosso do Sul é líder nacional no sistema ILP (Integração Lavoura Pecuária) com dois milhões de hectares no processo, de um total de 15,5 milhões em todo o Brasil. Conforme o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Elias Verruck, a intenção do Governo é avançar nas áreas degradadas.

Áreas degradadas impedem o trabalho do produtor rural e o sistema ILP é uma alternativa que contribui para a recuperação desses locais. A recuperação consiste na adoção de BPA (Boas Práticas Agropecuárias) e no aumento da eficiência com o uso de máquinas, equipamentos e mão de obra. Quem ganha com isso é o próprio produtor.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), segundo Jaime, estima que existam 8 milhões de hectares de área degradada. “Neste ano, o projeto do governo é recuperar 500 mil hectares de área com o programa Terra Boa. A integração lavoura pecuária, além de melhorar a produtividade tem importância ecológica por colaborar para a redução de emissão de carbono”, explicou.

A afirmação foi dita durante o evento do Showtec, em Maracaju, 160 km de Campo Grande. A feira tecnológica ocorre na estrada da Usina Velha, km 02, Caixa Postal 137. A programação expõe nesta edição a harmonização da exploração agrícola com ações de preservação ambiental, de acordo com o governo estadual. Certificação de compensação de carbono por meio de plantio de árvores nativas é uma das novidades.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE