PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
11/01/2017 07h52

Quase 1,2 tonelada de maconha é encontrada em meio a farelo de soja

A Gazeta News


Droga estava escondida na carroceria - Foto: A Gazeta News

A Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE), apreendeu nessa terça-feira, dia 10 de janeiro, 1.137 quilos de maconha, em Amambai.

A droga em tabletes era transportada em um compartimento, o chamado “mocó”, nas laterais da carroceria de uma carreta tracionada por um cavalo mecânico Scania cor branco, placas de AJR 8299 de Cascavel-PR, que estava carregada com farelo de soja.

A apreensão do entorpecente aconteceu quando os policiais abordaram a carreta para averiguação ao passar em frente a base operacional da PRE, no quilômetro 11 da Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Tacuru.

Ao averiguar a carga, os policiais desconfiaram da largura das paredes da carroceria do veículo de carga e resolveram realizar uma checagem mais aprofundada.

Segundo a PRE a carga de farelo de soja teria saido da região de Ponta Porã, fronteira com o Paraguai e teria como destino a cidade de Toledo, no Paraná, mas a polícia acredita que o carregamento de entorpecente iria mais longe. Seria levado para o estado de São Paulo.

O motorista da carreta, Anderson Bartzik, de 38 anos, morador em Ibema, no Paraná, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Segundo a polícia, ao receber voz de prisão, o motorista teria relatado que havia entregado a carreta à indivíduos em um posto de combustível em Amambai e recebido o veículo 24 horas depois já carregado com a droga, só então ele teria seguido para a cidade de Ponta Porã para carregar o farelo.

De acordo com a PRE, Anderson teria relatado ainda que receberia R$ 20 mil pelo transporte do entorpecente.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • Tupy30
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE
  • Tigre32