PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
23/10/2012 07h45 - Atualizado em 23/10/2012 10h30

BNDES convoca governador para reunião que decide contratação de recursos para MS

Notícias MS


O governador André Puccinelli anunciou nesta segunda-feira (22) durante solenidade de Inauguração da Unidade Produtora de Núcleos, Suplementos e Premixes para Bovinos do Grupo M. Cassab, que se reunirá com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, esta semana para tratar da contratação dos recursos a serem aplicados em Mato Grosso do Sul.

 

Segundo o governador, há cerca de seis meses o governo federal ampliou a capacidade de endividamento de todos os Estados, dizendo que Mato Grosso do Sul poderia tomar empréstimos na ordem de até R$ 1,5 bilhão. “Dissemos que queríamos só os R$ 806 milhões que já tinham projetos em análise e acrescidos aos recursos disponíveis através do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal, o Proinvest pudemos acrescentar mais obras”, ressaltou André.
 
De acordo com Puccinelli, o presidente da instituição convocou a reunião para dar prosseguimento à contratação do montante, que poderá ser realizada por outros bancos. O governador ressaltou ainda que na semana passada o Palácio do Planalto deu uma ordem para o BNDES dizendo que o Proinvest seria prioridade. “Então questionei sobre o meu programa que estava pronto e em análise. A resposta veio através do Luciano Coutinho que na suposição, de que em decorrência da avaliação dos projetos da Copa do Mundo que estão atrasados, o BNDES subsidiaria os recursos para serem administrados pelo Banco do Brasil ou pela Caixa Econômica Federal”, explicou o governador ao enfatizar que a intenção de Mato Grosso do Sul é assinar os dois contratos ainda este ano. “É preciso que haja tempo para licitarmos e darmos início às obras antes do período de chuvas, no começo do mês de abril e podermos assim fazer todas estas estradas”.
 
No total Mato Grosso do Sul poderá investir R$ 1,163 bilhão em obras públicas de infraestrutura. A linha de crédito do BNDES irá alocar para o Estado através dos projetos já apresentados pelo governo e aprovados pelo banco, cerca de R$ 806 milhões para empréstimos, que serão somados aos recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste) de R$ 357 milhões.
 
O valor de R$ 357 milhões foi garantido através do pacote de uma linha de crédito especial de R$ 20 bilhões do BNDES oferecida aos estados, com juros subsidiados de até 8,1% ao ano, prazo de 20 anos, um ano de carência e fácil acesso.
 
As obras previstas para serem realizadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) são a construção do Hospital de Três Lagoas, que irá comportar 120 leitos e a Sede e o Hospital Escola da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). O montante irá contemplar ainda a construção e pavimentação de rodovias com investimento de R$ 400 milhões para serem aplicados na construção de novas estradas em Mato Grosso do Sul e outros R$ 200 milhões serão destinados a recapeamento e recuperação de vias já existentes. Por fim, o investimento contemplará 10 Arranjos Produtivos Locais (APL).


                    


NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • Tupy30
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE
  • Tigre32